Literatura

Depressão Literária

Sendo uma amante de livros/leitora ávida, confesso que passar por uma ressaca literária (ou o que chamo Depressão Literária) é extremamente desconfortável. Sentimos falta de algo, a companhia de um livro, mas quando optamos por começar a ler o cansaço aparece, a vontade de desistir invade-nos e o livro acaba novamente fechado na estante.

Criei, devido à minha afinidade por partilhar conteúdos relacionados a livros/fotografia, páginas no Instagram e YouTube, no entanto, não me considero realmente uma criadora de conteúdo. Porém, tendo em conta que há sempre pessoas à espera de novas publicações, acaba por surgir uma ligeira pressão na necessidade de ler mais livros e ter sempre novos temas para abordar. Isto, associado ao início dum novo ano e a ideia de criar um Novo/Melhor Eu, fez-me entrar numa das maiores depressões literárias de sempre.

Contudo, como a vida também nos mostra, existem sempre soluções para os nossos problemas. Daí que, me tenho focado ultimamente na resolução deste problema e gostaria de partilhar o que fiz para ter novamente o gosto/desejo pela leitura:

  1. Começar pequeno
    Quando tiveres de escolher um novo livro para ler opta por um livro pequeno. Assim poderás transportá-lo facilmente (permitindo-te que leias nos transportes, filas de espera, pausas, etc.) fazendo com que a leitura seja mais rápida, o que te dará um maior ânimo e sentimento de realização.
  2. Escolher cuidadosamente
    Tem muita atenção ao livro que escolhes – considera olhar para o passado e pensar no(s) livro(s) que primeiro te fizeram apaixonar pela leitura. Por exemplo, o que me fez apaixonar por este universo literário foi a coleção da Cherub, então, em inícios de janeiro decidi reler o terceiro livro.
  3. Viajar acompanhado(a)
    Algo que me ajudou a reencontrar este amor perdido foram os clubes e grupos de leitura/livros. Faço parte do clube A Tua Leitura e consegui através dele, interagir com pessoas que têm os mesmos gostos que eu, ler novos livros e participar em conversas que despertaram em mim novamente o prazer em descobrir novas histórias/realidades.
  4. Explorar novos ambientes
    Tenho recentemente optado por sair de casa para ler em sítios abertos (parques, cafés, etc.). Isto eliminou a possibilidade de distrações, visto que coloco tudo de lado e me foco somente na leitura, tornando tudo mais simples – pois, o segredo de bons hábitos está na simplicidade.

Por: Mariana Piedade (Criadora de Conteúdo)


Obra por Julio Romero de Torres, “La Buenaventura

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.