Estilo de vida

Uma Aspirante Jornalista Escrevendo sobre si

Escrever sobre mim é sempre um desafio. O que posso dizer? Cresci num sítio pequeno chamado Susão. É um sítio na Freguesia de Valongo, distrito do Porto. Neste “minimundo”, todos se conhecem e falam entre si. Aqui, descobri que queria ser quem contava a história destas pessoas e de muitas outras. Descobri que queria ser jornalista.

A verdade é que estar no curso de Ciências da Comunicação na Universidade do Minho tem apenas 50% de impacto no meu crescimento pessoal e no desejo de ter esta profissão. É uma realidade que as cadeiras me ajudam a saber escrever em modos jornalísticos. Ajudam-me a entender como faço um artigo para o online e/ou para um jornal impresso. Mas muitas outras coisas é que me tornaram realmente numa potencial jornalista. Como já dei a entender, vivo no Porto, mas estudo em Braga. Vivo no Minho durante a semana e no Porto ao fim de semana. Esta aventura trouxe-me independência e um grande acréscimo de responsabilidade e maturidade. Durante estes últimos anos, descobri o significado “da tropa manda desenrascar” que o meu pai tanto gostava de dizer. Aprendi, numa experiência minimamente aproximada, aquilo que é viver e cuidar de todos os meus assuntos sozinha. Claro que os meus pais não deixam nunca de estar lá quando eu preciso, mas eles não me podem vir a Braga resolver os problemas e dificuldades.

O facto de estar sempre “metida” em tudo também me ajudou a construir uma pessoa mais ponderada e organizada. Aprendi que mesmo que não pareça, há tempo para tudo. Neste momento eu sou Presidente do Grupo de Alunos de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho, mas antes de aqui chegar comecei por ser colaboradora, depois convidaram-me a co-diretora do Departamento de Projetos; mais tarde tornei-me secretária e este ano candidatei-me ao cargo que possuo agora. É um cargo que exige imenso e que conjugado com o 3º ano da licenciatura não se torna fácil. Mas é um desafio. E enquanto quiser ser jornalista tenho de saber abraçar um bom desafio. Ao mesmo tempo, pertenço a um Grupo de Jovens que exige muito da minha responsabilidade, assiduidade e criatividade. Mais ainda, tenho sempre 16h do meu fim de semana ocupado por trabalhar na Pizza Hut. Se poderia deixar? Sim. Eventualmente o farei, mas a verdade é que esta experiência num mundo real de trabalho fez-me entender o que é trabalhar com outras pessoas, seja na equipa, seja com clientes. E essa experiência é mesmo importante para alguém que ainda está a estudar.

Na minha experiência de Erasmus + com o tema de Cidadania, estive com pessoas da Finlândia e do Egipto que me ajudaram a entender as suas culturas e a aceitá-las, mesmo que tão diferentes da minha. O aprender as tradições, a língua e a gastronomia deles fez-me abrir mais mente. Gostaria também de mencionar o que a experiência de praxe me fez. Sei que nem toda a gente a vê como a melhor coisa do mundo. É normal. Mas foi na praxe que me tornei uma melhor pessoa e comecei a valorizar mais as pessoas e os pequenos momentos.

Também o facto de ter tido várias experiência de voluntariado em vários sítios (Banco Alimentar, Paróquia de Valongo, Virar a Página de Braga) e em contextos diferentes ajudou-me a entender a sociedade e as suas desigualdades, que quero que sejam faladas e ouvidas. Seja através de mim numa empresa, seja eu a criar uma. Porque sim, este sempre foi o meu sonho, e é isso que ainda hoje me motiva dia após dia.

Por: Tania Soares (Estudante de Ciências da Comunicação e Presidente do Grupo de Alunos de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho)


Obra por Edward Hopper, Nighthawks

3 thoughts on “Uma Aspirante Jornalista Escrevendo sobre si

  1. Que belo exemplo de vida, mensagem bonita para os jovens da tua idade, segue os sonhos da tua vida e talvez outros te seguirão, os teus pais certamente estão orgulhosos de ti. Beijinhos

  2. Reconheci cedo que havia algo especial estava em ti e passado vinte anos tens ideias maravilhosas, continua com esse espírito de ajuda na comunidade!

  3. Fico orgulhosa do que te tornaste, sempre foste dedicada em tudo que fizeste e agora estas a colher os frutos da tua dedicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.