Estudos

Estudar Eficazmente

A maioria de nós passa uma grande parte da vida a aprender e estudar, desde a escola, faculdade e no nosso quotidiano. Contudo, surpreendentemente eu diria que nunca nos foi ensinado como estudar de forma eficaz. Enquanto estudantes, procuramos sempre reter o máximo de informação no menor espaço de tempo possível. No entanto, nem sempre conseguimos fazê-lo, dado que usamos métodos de estudo ineficientes que comprometem os nossos resultados.

Como estudar de maneira eficaz

Estudar de forma eficaz não significa estudar muito/durante longos períodos, pois, (por norma) os melhores alunos não são aqueles que passam a maior parte do seu dia fechados em casa/biblioteca a estudar. Logo, coloca-se então a questão, Qual é o melhor método de estudo?

Existem inúmeros métodos de estudo e a verdade é que, o melhor método é aquele que se adapta a ti e às tuas necessidades. No entanto, os métodos de estudo mais eficientes que como consequência permitem obter melhores resultados giram à volta do ‘active recall‘.

‘Active recall’

Esta forma de estudo consiste em testarmos os nossos conhecimentos sobre o tema que pretendemos perceber. Com isto obrigamos o nosso cérebro a relembrar os conteúdos de forma ativa. Em oposição existem métodos de estudo passivos, nomeadamente: reler, sublinhar e resumir. Quando recorremos a estas estratégias, o nosso cérebro não se esforça ativamente para relembrar a informação, visto que, estamos apenas a assimilar aquilo que estamos a ler/copiar. Todavia, estudos revelam que testar os nossos conhecimentos, sobre um dado tema, apenas uma vez, é mais eficaz do que ler 4 vezes a mesma informação.

Podemos aplicar este método de estudo no nosso dia a dia, utilizando as seguintes estratégias:

  • O “livro fechado”: Aqui após a leitura de um conceito, fechamos o livro e tentamos articular (oralmente ou pela escrita) o que aprendemos. Após relembrarmos o que conseguimos, abrimos o livro novamente e verificamos em que partes nos faltaram e tivemos mais dificuldades – esta técnica funciona com qualquer meio de informação e não apenas com livros;
  • ‘Flash Cards’: Sendo isto cartões em que de um lado são formuladas questões sobre um dado assunto e do outro são colocadas as respetivas respostas. Com isto testamos os nossos conhecimentos sobre um dado conteúdo, tentamos primeiro responder à questão, fazendo assim um esforço cognitivo, e depois verificamos se a nossa resposta corresponde com o que colocamos. Utilizando este método, ou um programa que nos permita o mesmo, é possível percecionar quais os conceitos que necessitamos de rever e quais já dominamos, e;
  • Estudo coletivo: Nesta estratégia pedimos a alguém para nos colocar questões da matéria – incentivando-nos assim a explicar o que sabemos e permitindo-nos perceber as nossas dificuldades. Podemos então programar sessões de estudo coletivas, em que são feitas questões aos diferentes membros do grupo – o que para além de ser eficaz torna a tarefa de aprender em algo divertido.

Em combinação com a prática/realização de exercícios este método a qual chamamos ‘active recal’ irá tornar as tuas sessões de estudo mais eficazes e permitir que consigas alcançar os teus resultados.

Bons estudos!

Por: Marta Gaspar (Criadora de Conteúdo e Estudante de Nutrição)


Referências bibliográficas:
– Karpicke, Jeffrey D., and Janell R. Blunt. “Retrieval practice produces more learning than elaborative studying with concept mapping.” Science 331.6018 (2011): 772-775.
– Butler, Andrew C. “Repeated testing produces superior transfer of learning relative to repeated studying.” Journal of Experimental Psychology: Learning, Memory, and Cognition 36.5 (2010): 1118.


Obra por: Catarina Ferreira – @catarinaferreira_atelier – (Formada em Turismo e Eventos, Catarina é uma artista autodidata que se inspira pelas coisas do quotidiano)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.