Poesia

Selfie de Poesia

O poema é um sonho
Uma flor que persiste
Um sorriso bisonho
Uma canção triste

Poeta é o sonhador
É a planta a crescer
Euforias de dor
Que não sabe conter

E eu sou qualquer coisa
Na berma da estrada
Sou Tinta que poisa
Em folha de nada

E o que escrevo é nada
Ligeiro sustento
Sou alma rasgada
Que dança no vento!

Por: Rui Baía (escritor)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.